gabimateus.png
 

O mundo dividiu as pessoas em caixinhas, em formatos limitadores, onde praticamente ninguém cabe de verdade. Todos nós temos o nosso algo a mais.

A fotografia não é, para mim, um fim, mas um meio de contar histórias poderosas. Empresas, pessoas, causas, todos temos algo a dizer no mundo, e ser ouvido não é das coisas mais fáceis. Precisamos, de fato, dizer coisas novas para ter relevância. Um bom objetivo para todo ser (pessoa física ou jurídica) é: Não ser irrelevante no que diz. A vida precisa estar recheada de intenção para deixar de ser mais uma no meio de tantas.

Eu uso a fotografia para não desaparecer, textos e conceitos para não afundar, só não posso me limitar a dizer que eu sou o que eu faço porque, assim como você, eu sou muito mais.

Prazer, Gabi Mateus.